Margarida Pinto Correia, formada em Relações Internacionais pelo ISCSP, é atualmente diretora de Inovação Social da Fundação EDP, depois de nove anos à frente da Fundação do Gil. Ali se focou na reintegração social de crianças vítimas de doença crónica e internamentos prolongados;
Embora com uma ligação permanente a movimentos de cidadania e ações pontuais de voluntariado, o seu percurso anterior foram 20 anos dedicados à comunicação social, começando na imprensa escrita, e desenvolvendo depois vasta experiência de televisão e rádio, editando sobretudo informação, embora com algumas incursões pelos recreativos.

Na Fundação EDP desde o verão de 2013, aposta agora na estruturação da comunidade, e no apoio a respostas que promovam o desenvolvimento sustentável, a interrupção de ciclos de exclusão, e a validação do impacto social como métrica de financiamento para um futuro socialmente mais eficiente.